Livre-se dos entulhos emocionais…

Alô, Alô, Bom Dia,

Você já reparou no conteúdo de uma caçamba de coleta de entulhos, dessas que você pode encontrar com certa frequência, estacionada sobre alguma calçada nas ruas da cidade?

O que geralmente você vai encontrar no interior dessas caçambas?

Como o próprio nome já diz, “caçamba de entulhos”, com certeza o seu conteúdo não vai passar de nada mais do que entulhos.

Entulho, como define o dicionário AULETE: (en.tu.lho) sm.
1. Material sem utilidade restante de construção ou demolição de qualquer obra; CALIÇA
2. Mistura de terra, areia, pedras, caliça etc. us. para aterrar ou nivelar terreno, vala etc.
3. Fig. Tudo que não serve mais e que se joga fora; LIXO
4. P.ext. O que não tem utilidade, serventia
5. Bras. Pop. Qualquer ingrediente us. para rechear ou dar consistência a um prato (sopa de entulho).
[F.: Dev. de entulhar. Hom./Par.: entulho (sm.), entulho (fl. de entulhar).]

E o que isso tem a ver com nossa conversa de hoje?

Bem, é simples:

No último final de semana, estava caminhando pelo centro, quando me deparei com uma caçamba de entulhos na calçada em frente a um pequeno prédio em reformas. Eu observei no seu interior uma imensa quantidade de coisas “inúteis”, madeiras em avançado estado de deterioração, peças metálicas enferrujadas, blocos de concreto sem utilidade. Essa cena me fez refletir, sobre o tempo que aquele material ficou ali guardado naquele prédio, e que hoje não tem praticamente nenhuma serventia.

Imediatamente me veio à mente uma comparação com entulhos que guardamos dentro de nós mesmos.

São entulhos em forma de sentimentos, ressentimentos, pensamentos, ideias e crenças, que ao perceber sem uma utilidade futura, deveriam ser imediatamente descartados.

Mas, por alguma razão são depositados em algum canto da nossa mente e lá permanecem, ocupando espaço, e ajudando a proliferar parasitas, que sugam nossa energia, nossa vitalidade e mesmo nosso humor.

PENSAMENTO PARA INSPIRAR UM BOM DIA HOJE
“Preciso abandonar essa mania de passado, retirar os entulhos, deixar a casa vazia para receber nova mobília, fazer a faxina da mente, da alma, do corpo e do coração.”
(Caio Fernando Abreu)
#sigmarsabin #tenhaumbomdiahoje #palestrasquetransformam

O entulho pode ser uma ideia ou um conceito antigo, que já foi ultrapassado e superado por novos conceitos, mas ainda insistem em voltar à tona e em algum momento atrapalham o avanço em busca de uma realização importante na vida.

Ideias que no passado funcionavam, mas hoje já não fazem sentido, mas que ainda se fazem presentes com afirmações como: “mas eu sempre fiz assim e sempre deu certo”.

Um entulho pode ser um sentimento de mágoa por algo feito por alguém num passado longínquo, que você pode até dizer ter esquecido, mas insiste em reaparecer em suas lembranças em momentos em que situações semelhantes à aquela do passado que a gerou, ocorram em sua vida.

Existem ainda os entulhos comportamentais. Sim, aqueles comportamentos que no passado já colocaram você em alguma “roubada”, mas por alguma razão, ainda são repetidos, alimentado por alguma crença que nitidamente já se provou não te levar a um lugar ou a resultados positivos.

Por isso, que hoje, inspirado naquela caçamba cheia de entulhos que vejo nas calçadas, venho aqui para sugerir a você também fazer uma “faxina” no quintal da sua mente para descartar de maneira definitiva, todos os sentimentos ruins e inúteis. Aqueles pensamentos deteriorados pelo tempo, as crenças e ideias ultrapassadas. Identifique esses entulhos e desapegue-se deles. Coloque eles dentro de uma “caçamba” e deixe o carregado de entulhos levar para bem longe de você.

O que você ganha com isso?

Um novo é fantástico espaço. Quanto você tira de você algo que não tem mais utilidade alguma, abre espaço para o novo. Para um novo sentimento, para novos pensamentos, ideias e novas crenças que podem transformar você numa pessoa incrivelmente melhor. Ou seja, você cria dentro de você, espaço para se tornar quem você realmente quer ser.

Ah, e lá daquele prédio de onde foi tirado o entulho, será reformado para instalação futura de um restaurante, um local para encontros de amigos, para juntos celebrar a amizade, a vida e com certeza serão momentos muito mais edificantes e alegres do que ver um amontoado de coisas sem vida e sem utilidade.

E assim é a vida.

Reflita sobre isto, hoje.

Tenha um Bom Dia Hoje, e…

Até a próxima.

Sigmar Sabin
Palestrante, Escritor, Professor e Aprendiz da vida.
#tenhaumbomdiahoje, #professorsigmarsabin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.